O índice de qualidade (IQ) é o responsável por determinar a posição e o valor do clique em cada leilão onde existe uma pesquisa pela sua palavra-chave.

É uma nota (de 1 a 10) dada a cada palavra-chave e que determina a relevância desta palavra somados à qualidade do anúncio e também da página de destino.

O IQ aparece nos nossos relatórios como uma média apenas para que possamos entender onde podemos melhorar ou onde estamos indo bem.

Quando uma palavra é pesquisa, o Google faz um cálculo para determinar o valor do clique e a posição que vamos aparecer. Ou seja, o Google não usa o IQ para determinar esses valores e sim um cálculo feito em tempo real para cada pesquisa.

Como é calculado o Índice de Qualidade?

O IQ é calculado a partir de 3 fatores:

1 – CTR esperado: o CTR esperado é um cálculo de o Google faz levando em conta a palavra-chave em questão e comparando a qualidade do anúncio e também o desempenho de cliques de outros anunciantes para a mesma palavra.

Então, digamos que de acordo com os cálculos do Google, o CTR da sua palavra-chave poderia estar em 10% mas você só recebe 5% dos cliques. Nesse caso, ele entende que o seu anúncio para as pesquisas não está atraindo a atenção e os cliques das pessoas.

Esse cálculo de CTR esperado é ajustado para levar em conta a posição do anúncio e extensões. Ou seja, o Google entende que o CTR da 1ª posição é diferente da 2ª por exemplo e leva isso em conta na hora do cálculo.

2 – Relevância do anúncio: essa é uma continuidade do item anterior. Se ao fazer uma busca por um termo específico, apareceu um anúncio ligado diretamente ao que a pessoa está pesquisando, a relevância do anúncio fica maior.

3 – Experiência da página de destino: o Google mede a qualidade da página de destino levando em conta a palavra-chave pesquisada. Quando existe um clique no anúncio, a pessoa é redirecionada para uma página. Nessa página, existe o conteúdo que ela estava pesquisando? Esse conteúdo é relevante ao que ela pesquisou e viu no anúncio? Essa página é rápida e adequada para o dispositivo que ela está usando?

Todos esses parâmetros são levados em conta na hora de determinar a pontuação da página de destino.

Histórico do índice de qualidade

Se você olhar o relatório de palavras-chave, você vai ver que o IQ é um atributo fixo atual. Ou seja, se você está analisando o dia de hoje ou de um ano atrás, o valor do IQ será sempre o mesmo.

Por isso, para analisar se você teve uma melhora, você pode usar o histórico do IQ para entender onde melhorou ou piorou com uma palavra-chave, anúncio ou página de destino.

No relatório, você tem acesso aos 3 itens mencionados acima: CTR esperado histórico , relevância do anúncio histórico e experiência da página de destino histórica.

Se você segmentar por dia no relatório, você consegue ver como estava o IQ em determinado dia e ligar essa mudança a alguma alteração que você fez.

Índice de qualidade nulo

Você pode olhar o relatório de palavras-chave e ver que algumas palavras aparecem com o IQ com um ‘-‘. Nesse caso, não houveram impressões ou cliques suficientes para exibir um valor.

Falando em impressão, é importante entender que as impressões que o Google conta aqui são as impressões exatas para o termo pesquisado. Ou seja, a pesquisa tem que ser exata com a palavra-chave adicionada. Não deixe de ler nosso artigo sobre correspondências de palavras-chave para entender o que é uma palavra-chave exata.

Outro caso onde o valor aparece nulo é quando uma palavra-chave nova é incluída. Nesse caso, como não existe ainda um histórico, o Google não mostra qual o IQ atual.

Mas lembre-se que mesmo não tendo um valor para mostrar, internamente o Google analisa e dá uma pontuação para esta palavra-chave.

O que significam os números do índice de qualidade?

Já falamos aqui que o IQ é um valor de 1 a 10. Mas o que significa cada um desses valores?

1/10 – Morto: todos os fatores estão ruins. Você provavelmente nem exiba anúncios para esta palavra e, caso exiba, o clique será muito caro.

2/10 até 3/10 – Doente: você deve receber muito poucos cliques para esta palavra e com um clique de valor muito elevado.

4/10 até 6/10 – Fraco: alterando alguns detalhes podem fazer o IQ dessas palavras irem para a média rapidamente. Você ainda paga um valor mais caro pelo clique, mas já começa a ser mais fácil melhorar o IQ.

7/10 – Bom: o Google entende aqui que você está fazendo um bom trabalho e não vai penalizar você nos leilões. É possível atingir IQ maiores, porém, não é mais a prioridade inicial.

8/10 – 10/10 – Excelente: aqui o trabalho está bem feito e o Google presenteia você com posições melhores e custos por clique menor.

Como melhorar o Índice de Qualidade?

Além do IQ atual que falamos no capítulo anterior, no relatório de palavras-chave você vai ter as 3 colunas detalhando o estado atual de: CTR esperado, relevância do anúncio e experiência da página de destino. Você pode ter 3 resultados em cada um deles: abaixo da média, médio ou acima da média.

Ou seja, em primeiro lugar é importante entender qual o fator você precisa melhorar para cada palavra-chave, começando prioritariamente para as palavras que apresentam o valor “abaixo da média”.

Vamos destacar algumas possibilidades para cada um deles:

CTR esperado

Melhorar o CTR esperado pode ser feito melhorando os anúncios. Se o anúncio fala sobre o que a pessoa está pesquisando ela tem mais chance de clicar neste anúncio, aumentando o CTR.

Outra possibilidade também é escolher palavras-chave específicas. Olhe o relatório de termos de pesquisa e não esqueça da correspondência de palavras-chave para melhor a qualidade delas.

Relevância do anúncio

Este item está muito ligado ao anterior pois a relevância do anúncio aumenta o CTR.

Você pode em primeiro lugar determinar se a palavra-chave tem relação com o anúncio. Não adianta ter um grupo de anúncios com muitas palavras se elas não tem intimidade com o anúncio. Nesse caso, sugerimos criar mais grupos de anúncios, colocar as palavras relacionadas dentro deles e criar anúncios relevantes para essas palavras-chave específicas.

Outro detalhe que você pode fazer aqui é adicionar a palavra-chave no anúncio. Se o Google “vê” que a palavra-chave está no anúncio, ele entende que esse anúncio é relevante para essa palavra, aumentando o IQ.

Experiência da página de destino

Esse item não temos como alterar dentro do Google Ads e portanto é o item mais complicado de otimizar.

Você precisa olhar para a página de destino de cada anúncio e determinar se a pessoa que clica no anúncio encontrará as informações que ela está procurando.

Você precisa ver se as palavras que ela pesquisa estão na sua página, se a página é fácil de navegar, tem um bom conteúdo, é rápida, etc.

Se coloque na posição do seu cliente e pense: “eu encontro o que estou procurando nessa página e é fácil pra navegar e fazer um pedido ou entrar em contato?”.

Não deixe de analisar com frequência o índice de qualidade das palavras para ver onde é possível melhorar.

Com o tempo você verá que a sua taxa de cliques aumenta e o custo por clique diminui em função de uma boa otimização no Índice de Qualidade.

Fonte:
https://support.google.com/google-ads/answer/140351?hl=pt-BR
https://support.google.com/google-ads/answer/2454010
https://support.google.com/google-ads/answer/2404196
https://tenscores.com/quality-score/

Share This