Facebook

Pixel do Facebook – Tudo o que você precisa saber

Um assunto que frequentemente me perguntam é sobre essa questão do pixel do Facebook então resolvi escrever esse texto pra explicar e desmistificar um pouco o que é e pra que ele serve.

Pense no seguinte: o Facebook sabe tudo sobre o comportamento da audiência dentro das plataformas dele (Facebook e Instagram).

Ele sabe quem viu um post, deu play em um vídeo, quanto visualizou do vídeo, curtiu, comentou, compartilhou, etc

Porém ele não tem como saber detalhes da audiência que visita o seu site. 

O pixel é a ferramenta que faz essa ligação do seu site com o Facebook e onde você pode informar o que é importante sobre o comportamento dos visitantes no seu site.

O pixel na verdade não passa de um pequeno pedaço de código que você instala no site para informar o comportamento dos visitantes. Só isso. 

Ah… mas o pixel tem inteliência, não tem?

Não! O pixel é um código.

A inteligência é sua de ativar o pixel quando você acha que a informação é importante. Você precisa ter uma estratégia para usar o pixel a seu favor.

E outra coisa importante, o pixel não guarda informação. Quem guarda todas as informações é o Facebook.

O pixel por padrão é instalado em todas as páginas e envia a informação que a página foi visualizada. Porém existem outras ações que você pode ativar tais como compra, inicio de checkout, lead, eventos personalizados, etc.

Você é o responsável por enviar os dados que fazem mais sentido para o seu negócio. Não adianta enviar eventos de compra se seu site não faz uma compra, por exemplo.

Os 4 propósitos do pixel

Mensurar

É através do pixel que você informa ao Facebook que ocorreu uma venda ou que alguém preencheu o formulário de contato (ou qualquer outra ação que você ache importante).

E é, através dessa informação, que você mede quais campanhas, conjuntos de anúncios e anúncios estão dando mais resultado.

Criar públicos de remarketing

Você pode fazer remarketing pras pessoas que fizeram uma ação específica no seu site. Isso inclui visitar páginas específicas, entraram na loja mas não compraram, compraram, etc.

Você cria públicos diferentes para exibir ofertas diferentes.

Otimizar as campanhas

O Facebook trabalha com Inteligência Artificial. Ou seja, vai aprendendo com os dados capturados, o que funciona melhor para cada campanha.

Quanto mais informações enviamos ao Facebook, melhor ele aprende e mais fácil fica para ele procurar o público mais propenso à converter.

Campanhas de conversão ou visualização de páginas dependem dos dados do pixel para poderem aprender e depois direcionar os anúncios para quem tem mais probabilidade de fazer a mesma ação.

Por isso que com o tempo você consegue diminuir o custo por conversão conforme o Facebook vai gerando essa “inteligência”.

Expansão do público

Aqui entra o lookalike ou público semelhante.

Se queremos exibir um anúncio para pessoas semelhantes àquelas que já fizeram determinada ação, criamos um público de lookalike de quem já fez essa ação.

Semelhante ao item anterior, aqui, ao invés de baixarmos o custo por conversão, aumentamos o tamanho do público usando o mesmo conceito de aprender o que funciona e aplicar.

Não se preocupe, depois de expandir o público, entramos no processo de otimização e o custo por conversão tende a baixar.

Espero que tenha ficado mais claro que o pixel é mais uma ferramenta que você pode usar para trabalhar suas campanhas, mas sozinho ele não resolve nada. O importante é usar ele com uma estratégia.

Se você quiser saber mais sobre o pixel do Facebook, segue a fonte oficial.

Autor

Mauro Pedrini

Um nerd apaixonado por negócios.
Meu foco é aumentar as vendas e o tamanho das empresas usando as ferramentas que a internet oferece.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *